Notícias

Padre Reginaldo Manzotti lança álbum “Tá na Mão de Deus” com participações especiais

24 de abril de 2018

Padre Reginaldo Manzotti lança “Tá na Mão de Deus”, seu primeiro projeto pela gravadora Universal Music. O 14o álbum do religioso, que coleciona números surpreendentes e reconhecimento internacional, conta com as participações especiais das irmãs Simone e Simaria (faixa 11 e segundo single), do cantor Michel Teló (faixa 14) e da cantora católica Adriana Arydes (faixa 6). Com 6 composições do sacerdote, o CD chega às lojas embalado pelos sucessos de dois singles e do EP “Espalhar Amor”, com cinco músicas, lançados nos primeiros meses de 2018.

Com a missão de evangelizar, Padre Reginaldo Manzotti conquistou uma legião de seguidores pelos meios de comunicação – como escritor, músico, compositor, cantor e apresentador de rádio e TV – com a palavra de fé, do amor que consola, como nos versos do primeiro single que batiza e abre o CD, “Tá na Mão de Deus”. A canção, de autoria do padre, é a certeza que “está na mão de Deus” o seu caminho, os seus projetos, quando se está com o coração em paz para confiar sua vida ao criador maior.

“Espalhar Amor” (Gabriel Cantini) é o segundo single do álbum, que tem a participação especial da dupla Simone & Simaria que, em comunhão com Padre Manzotti, traz a sua alegria contagiante. Uma canção repleta de suingue sertanejo com a sanfona de Robison JF, os efeitos especiais de Victor Silva e a percussão de Victor Cunha, que celebra o amor com os versos: “Vou espalhar amor / Amor, amor / Seja onde for / Amor, amor / Coração a dentro / Explosão de sentimento / Hoje eu só vou espalhar amor”.

A segunda faixa é louvor que ganha um coral de três vozes que acompanham o sacerdote, em “Basta uma gota do teu sangue” (Padre Reginaldo Manzotti / Marcos Vinícius / Jean Silva). A letra da canção reconhece o Senhor crucificado, suas chagas, o poder do sangue daquele que morreu por nós. Assim como na faixa cinco, “Sangue Redentor” (Luiz Carvalho), quando a força da louvação reconhece: “Sangue redentor / tocar as minhas dores e curar-me / ponho-me aos pés da tua cruz”.

Com “Mais Perto do Meu Deus” é um grande clamor, com a versão da Irmã Custódia. Com arranjos de Caio de Carvalho, contrabaixo de Ronaldo Parra e coral, as palavras se transformam numa grande celebração de paz na voz de Padre Reginaldo Manzotti. Palavras que traduzem a fé nos momentos difíceis, quando diz nos versos: “Quando a aflição bater / Com fé hei de dizer: / Mais perto do meu Deus, ó Pai dos céus!”.

Com o dom de evangelizar, o Padre vai de encontro aos dilemas do homem moderno em “Dia de Alegria” (Gabriel Cantini / Marcos Esteves), que fala da vida corrida nos dias atuais. Entretanto, a música em tom de celebração, aconselha: Hoje é dia de alegria / Vamos celebrar / Esquecer dos problemas e comemorar a vida / Que normalmente é tão corrida.” E antenado com o uso excessivo da tecnologia, Padre Reginaldo Manzotti manda o seu recado, no ritmo do arrocha, na divertida “#Hoje Tem” (Luciano Machado / Carlos Fedalto), quando diz: “Tem um povo por aí que gosta de uma sofrência / Longe de Deus tá perdendo a referência / Fica só no “zapzap” fofocando a tarde inteira / Não vai à missa e só fica de bobeira.

“Maria e as Santas Chagas” é uma das seis músicas assinadas no álbum pelo Padre Reginaldo Manzotti. Com participação de Adriana Arydes, a música é uma homenagem a Grande Mãe, Nossa Senhora. Uma homenagem pontuada pelo violino de Aramis Rocha e coral engrandecem as interpretações emocionadas do sacerdote e da cantora. “Abrasai-me de Amor” (Padre Reginaldo Manzotti / Marcos Vinícius) conta com as cortas do violino de Aramis Rocha e tem introdução do piano e programações de Rafael Rosas. A canção é louvor de devoção e fé – “Invade o meu ser, refaz meu viver, Santo Espírito”.

Ao som do trompete de Rinaldo Santos, do piano de Rafael Rosas do violão de nylon de Boyna, “Ser Feliz é Decisão” (Beth Lopes) na voz do Padre Reginaldo Manzotti é ensinamento para uma vida melhor, para ser otimista – “Ser feliz também é luta, é uma escolha, é decisão!”. A faixa nove, “Sou ser humano” (Álvaro / Daniel Vicente), traz a guitarra e o violão de Caio de Carvalho, arranjador de seis das quatorze faixas do álbum. A canção fala do quanto somos imperfeitos, mas que devemos acreditar que podemos ser melhores.

As faixas 12, “Soberano Deus” (Padre Reginaldo Manzotti), e 13, “Deus é Maior” (Gabriel Cantini / Marco Esteves), fazem uma louvação ao Senhor Maior. Seja acompanhada pelo solo da guitarra de Caio de Carvalho em “Soberano Deus”, ou pela leveza da abertura em “Deus é Maior”, como se estivéssemos numa grande congregação, Padre Manzotti indica o caminho para estar na companhia e na presença de Deus.

Padre Manzotti fecha seu CD na companhia do cantor e compositor Michel Teló, em “Um Jantar para Jesus” (Lucian). A cantiga de raiz, regada ao acordeom de Edinho de Souza e a viola de Rinaldo Rosa, fala da virtude da caridade, num encontro feliz e sincero – seja no tom da alegria ou nos agradecimentos do Padre a Michel Teló, que responde: “Uma honra cantar para Jesus, companheiro. Que alegria poder cantar para Jesus, Pe. Reginaldo Manzotti”.

Se o amor e a fé transformam, “Tá na Mão de Deus” vai conquistar seu coração!

Compre aqui.

banner-site-CD-1068-x-250

Torne-se um associado Cadastre-se

Aproveite esta oportunidade para se tornar um sócio da Evangelizar é preciso.
Venha fazer parte da Nossa Obra!

Cadastro realizado com sucesso.

conheça a nossa obra

A Associação Evangelizar é Preciso tem o objetivo de evangelizar pelos meios de comunicação.

Saiba Mais
Rede Evangelizar de Comunicação
Associação Evangelizar é preciso
Rede Evangelizar de Comunicação